26 de outubro de 2015

contactando com os mentores de luz


Meus irmãos e minhas irmãs,
Salve Deus!

Ao chegar nos Tronos pela primeira vez nossos pacientes criam todo tipo de expectativas. Muitos chegam cheios de dores, sem esperança, desesperados mesmo, em busca de uma “última chance”. Outros cheios de curiosidade, repletos de perguntas que podemos considerar banais: namorados, notícia de um parente morto que sequer conheceram ou ainda em busca de previsões para o futuro... Não nos compete julgar!

Porém... Quando nós temos a oportunidade de conversar com uma Entidade de Luz, como médiuns preparados que somos, nos compete ouvir! Prestar a atenção na mensagem que recebemos sem nem perguntar nada. É preciso total respeito com a Entidade ali presente e também com o Apará que se dispõe nesta hora.

Ao chegar para o trabalho, após o convite, devemos nos sentar (seguindo o Livro de Leis), esperar que o Mentor realize a limpeza na aura de seu aparelho, nos identificar e que se identifique. Tendo a identificação, esperamos a necessidade da limpeza da aura do próprio Doutrinador(a), para que estejamos em condições de trabalho. Havendo mensagem, ouvimos com total atenção, pois invariavelmente se refere aos atendimentos que ainda virão naquele dia. Não perguntamos ou consultamos nada, pois se necessitamos de algo, que seja após o atendimento aos pacientes.

Ao final, se ainda há alguma necessidade, conversamos com o Mentor. Claro que temos liberdade em consultar, porém, respeito, muito respeito! Não vamos regredir à condição de pacientes e perguntar as mesmas coisas de um paciente de primeira vez cheio de curiosidade! Ouviremos o que verdadeiramente precisamos ouvir, o que está em nosso merecimento após a demonstração de sintonia em nosso trabalho.

Estamos diante de uma Entidade de Luz e não do Apará que pode até ser um velho conhecido! Por vezes estamos diante de nosso pai ou mãe espiritual! E devemos ter este respeito.

Temos nossas angústias e preocupações pessoais, mas é preciso recordar que estamos trabalhando em nossa Individualidade e tudo ficou lá fora! Se existe algo em nossa aura que requer atenção espiritual, não duvide que a Entidade ali presente sentirá e tratará dentro de sua sintonia e merecimento.

“Alugar o Preto Velho” já não é mais aceitável para um médium do Amanhecer que está em busca da evolução de seu espírito. A fé reside em nós que temos o Senhor em nosso íntimo!