4 de junho de 2013

A MULHER QUE MORREU NO DIA PREDITO

Em 1978, o programa de televisão "Fantástico", da rede Globo, apresentou o caso de uma mulher que consultou uma cartomante e esta lhe dissera qua havia coisa ruim na vida dela, e não quis revelar mais nada.
Como a consulente insistisse muito, a cartomante revelou que ela morreria na primeira quinzena de agosto daquele ano. A mulher ficou terrivelmente impressionada com a comunicação. Claro, ela acreditava no prognóstico, caso contrário não teria de consultar a cartomante. O que aconteceu com essa mulher foi que, realmente, em agosto foi encontrada morta junto ao telefone de sua casa.Veja você como a força da sujestão pode alcançar qualquer  objetivo,benéfico ou prejudicial. A mulher ficara extremamente impressionada com a revelação e essa ideia não lhe saiu mais da mente. Ao receber uma ordem dessas, tão forte e tão emocional o subconsciente da mulher tratou de torná-la realidade.
A sugestão é uma força irresistível. Como escreveu Emile Coué: "Recear a doença é ocasioná-la".
Recear a morte é ocasioná-la,não é mesmo?
No caso daquela mulher carioca,quem traçou esse destino foi a consulente e não a cartomante, porque,mesmo que a precognição fosse verdadeira naquele momento em que tirava as cartas a verdade é que toda a pessoa tem o poder de conduzir e mudar a sua vida conforme o desejar. A criatura humana, pelo fato de ter liberdade e capacidade de novas opções a cada instante, pode, consequentemente, modificar qualquer precognição, por mais verdadeira que seja.
Isto significa que você deve conduzir a vida conforme a sua determinação,e não ser levado pela vida, como o fazem muitas pessoas. Estas, sim, ficam ao sabor da sorte e de influências estranhas.
Não acredite num destino fatídico.
Você pode modificar o seu destino a qualquer momento.
Acredite que existe uma Sabedoria Infinita dentro de você e invoque-a sempre para que ela o conduza pelo melhor e para o melhor.
Exerça você mesmo esse poder e então estará acima das influências negativas.